segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Ai se sêsse


Se um dia nois se gostasse
Se um dia nois se queresse
Se nois dois se empareasse
Se juntim nois dois vivesse
Se juntim nois dois morasse
Se juntim nois dois drumisse
Se juntim nois dois morresse
Se pro céu nois assubisse
Mas porém acontecesse de São Pedro não abrisse
a porta do céu e fosse te dizer qualquer tulice
E se eu me arriminasse
E tu cum eu insistisse pra que eu me arresolvesse
E a minha faca puxasse
E o bucho do céu furasse
Tarvês que nois dois ficasse
Tarvês que nois dois caisse
E o céu furado arriasse e as virgi toda fugisse

domingo, 30 de outubro de 2011

Poemando


palavras voando
pássaros escrevendo
mãos lendo
olhos escrevendo

bocas ouvindo
ouvidos falando
cabeças sentindo
corações pensando

músicas dizendo
poemas cantando
eu escrevendo
nós poemando.

Verdades da Profissão de Professor


Ninguém nega o valor da educação e que um bom professor é imprescindível.

Mas, ainda que desejem bons professores para seus filhos, poucos pais desejam que seus filhos sejam professores.

Isso nos mostra o reconhecimento que o trabalho de educar é duro, difícil e necessário, mas que permitimos que esses profissionais continuem sendo desvalorizados. 

Apesar de mal remunerados, com baixo prestígio social e responsabilizados pelo fracasso da educação, grande parte resiste e continua apaixonada pelo seu trabalho.

A data é um convite para que todos, pais, alunos, sociedade, repensemos nossos papéis e nossas atitudes, pois com elas demonstramos o compromisso com a educação que queremos. 

Aos professores, fica o convite para que não descuidem de sua missão de educar, nem desanimem diante dos desafios, nem deixem de educar as pessoas para serem “águias” e não apenas “galinhas”. 

Pois, se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela, tampouco, a sociedade muda.

Paulo Freire

Soneto de Fidelidade



De tudo ao meu amor serei atento

Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.


Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento


E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama


Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

Vinícius de Moraes

Final de semana

sexta-feira chegou
trabalhando me encontrou
o telefone tocou
começou o final de semana

um barzinho
risadas
um sarau
viva o final de semana

diversão enfim
toma o lugar do cansaço
amigos obrigada
pelo belo final de semana

Vida

do latim Vita,
podemos dizer que é
espaço de tempo
entre concepção e a morte.

para Marx e Ford
significa trabalho
para Lise Minelli
é um cabaret

para os católicos
é dada por Deus
para os espíritas
uma passagem

para mim deveria ser
uma viagem
entre o amor
e a felicidade.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Há homens que lutam um dia, e são bons


Há homens que lutam um dia, e são bons;
Há outros que lutam um ano, e são melhores;
Há aqueles que lutam muitos anos, e são muito bons;
Porém há os que lutam toda a vida
Estes são os imprescindíveis




Bertold Brecht

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Sala de aula

geralmente
barulhentos
hoje de cabeça baixa
trabalham silenciosos
atentos
escrevem, lêem
capricham
para entregar o
trabalho
ao professor.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Amigos

Podemos escolher
Diferente de parente
Aparecem sem se encolher
Benção na vida da gente.

Cultivar faz parte
Desta relação de afeição
Amigo nunca se aparte
Estás aqui por eleição.

Que graça tudo teria
Se não pudesse contar
Até na correria
Com o seu acalentar?

domingo, 16 de outubro de 2011

Decepção

É como o furacão
Que passa na cabeça da gente
Parece um arrastão
Coisa que vem da mente.

Sentimento solitário
Que não tem como controlar
É algo ordinário
melhor  não lembrar.

Será que um dia
Conseguirei superar
A sensação vazia que trás
a sensação de me decepcionar?

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Educação


"As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor.
Aprendemos palavras para melhorar os olhos."

"Há muitas pessoas de visão perfeita que nada vêem...
O ato de ver não é coisa natural.
Precisa ser aprendido!"
Rubem Alves

O historiador e o poeta não se distinguem um do outro pelo fato de o primeiro escrever em prosa e o segundo em verso. Diferem entre si, porque um escreveu o que aconteceu e o outro o que poderia ter acontecido.
Aristóteles

terça-feira, 4 de outubro de 2011

O Jardim II


A imagem de um jardim
Geralmente é deslumbrante
Pode ter rosa, margarida e jasmim
Visão muito vibrante.

Lugar planejado
para apreciar a natureza
tudo arranjado
sem impureza.

 Pode ser um caramanchão.
com heras e trepadeiras
transmitem uma emoção
Sobem além fronteiras.

Abriga insetos e pássaros
Na beleza aparente
Sentimentos efêmeros
Mas visões permanentes.

O Jardim

Ao olhar para o jardim
Lembro do teu cheiro
Cheiro de jasmim
Mas é passageiro.

Queria estar em Turim
Ao pensar ligeiro
No seu olhar querubim
Meu estrangeiro.

Mas meu pensamento mirim
Aguarda um mensageiro
Voltaltes para mim.
Amor verdadeiro.

Onde anda você


E por falar em saudade onde anda você
Onde andam seus olhos que a gente não vê
Onde anda esse corpo
Que me deixou louco de tanto prazer
E por falar em beleza onde anda a canção
Que se ouvia na noite dos bares de então
Onde a gente ficava,onde a gente se amava
Em total solidão
Hoje eu saio da noite vazia
Numa boemia sem razão de ser
Na rotina dos bares,que apesar dos pesares
Me trazem você
E por falar em paixão, em razão de viver
Você bem que podia me aparecer
Nesses mesmos lugares, na noite, nos bares
Onde anda você.
Vinícius de Moraes

sábado, 1 de outubro de 2011

Coisas novas

Como descrever
Algo que não se viu?
É só fechar os olhos
E sentir que tudo sumiu.

Depois da mente esvaziada
É só mentalizar
A tal idealizada
E criar, extasiada.

Inventar coisas é bom
Mas tome cuidado
Tem que ter dom
E se não tiver? For treinado?