quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Férias

Época do ano
Em que a preguiça aumenta
Diminui a vestimenta
Fica-se como baiano

Alguns fazem planos

Grande ferramenta
Para diminuir a tormenta
Que trás um engano

Como todo bom urbano

Quando viaja tudo experimenta
Até a mais quente pimenta
Mesmo que cause dano

Período em que todo ser humano

Que durante o ano alimenta
Vontade de sair e aguenta
Até o chefe mais tirano.

Tempo de revigorar o ânimo

É um sonho que orienta
Mantém e sustenta
O povo metropolitano.


Silvana F. Pereira
09.01.13