Pular para o conteúdo principal

Perdas


Caminhadas matinais
me fazem pensar
no que perdi 
pelo caminho:
casa
móveis
carro
amor

A vida deu sinais
e não desisti
depois de muito
andar adquiri
casa
móveis
carro
até um amor

e não
me perdi.

Silvana

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Poema Chinês onde todos os fonemas são pronunciados "shi".

A História do Sr. Shi que comia Leões

Um pequeno conto, escrito em Chinês Clássico, em que todos os caracteres são pronunciados "Shi", mudando apenas o tom (para quem não sabe chinês: cada ideograma é uma sílaba, cada sílaba é composta de um som inicial, um som final e um TOM = a entonação própria da sílaba. Se pronunciado o tom de maneira errada, não se é compreendido).
《施氏食狮史》
石室诗士施氏,嗜狮,誓食十狮。施氏时时适市视狮。十时,适十狮适市。是时,适施氏适市。氏视是十狮,恃矢势,使是十狮逝世。氏拾是十狮尸,适石室。石室湿,氏使侍拭石室。石室拭,氏始试食是十狮。食时,始识是十狮,实十石狮尸。试释是事。
Transcrição Pinyin:
shi shi shi shi shi shi, shi shi, shi shi shi shi. shi shi shi shi shi shi shi shi. shi shi, shi shi shi shi shi. shi shi shi shi shi, shi shi shi, shi shi shi shi shi shi. shi shi shi shi shi shi, shi shi shi. shi shi shi, shi shi shi shi shi shi, shi shi shi, shi shi shi, shi shi shi shi shi shi. shi shi shi, shi shi shi shi shi shi shi. shi shi, shi shi shi shi shi. shi shi shi shi.
Tradução:
"A História do Sr. Shi que Comia Leões"
Era uma vez, um poeta cha…

Balanço de Final de Ano

Neste ano
fazendo uma
rápida retrospectiva
vi que muitas coisas
aconteceram.

O amor, depois de anos,
apareceu
despertou coisas boas
e por conta da política
se foi.

Me licenciei da OSPA
por conta do trabalho
em contrapartida
conheci o pessoal
da Oficina de Choro.

O trabalho (lecionar)
por um lado diminuiu
por outro aumentou
trabalhei muito
em 2017.

Os estudos
me enlouqueceram
a faculdade de Administração
e o Mestrado em Educação
em compensação...

No próximo ano
será uma festa!

Em abril faço 50 anos
em julho me formo
na faculdade e no mestrado
e se tudo der certo
outro amor
hei de encontrar!
Ou não...kkkk


Poesia na Praça

Entre bananas, mamões
batatas e pimentões
cresce a poesia
que outrora encerrada
em ambientes fechados
agora se abre
ao público, ao povo
ao transeunte
que ao comprar
sua verdura
amolece seu coração
(ou não!).


Silvana F. Pereira